quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Saudades? - É bem possível que sim!

Ontem em conversa com uma amiga estávamos a falar de restaurantes chineses.
Eu e o meu ex-namorado íamos muitas vezes jantar ao Chinês! Confesso que foi com ele que fiquei viciada naquilo, jamais antes de namorarmos ía tão assiduamente.
Continuando, eu comentei isso mesmo com ela e ela perguntou-me se eu tinha saudades dele.
A minha resposta foi imediata:
- Não!! Dele não! Tenho é saudades de Chinês.

Foi o que me saíu na altura. Foi a melhor frase para meter fim àquela conversa que, naquele momento não era a mais indicada, não era a que eu queria ter, não com aquela pessoa, não sobre aquela pessoa.
O assunto morreu ali.
À noite, quando me deitei, comecei a pensar, a fazer o balanço do dia e a conversa que tive à tarde veio-me a cabeça e fez-me recordar momentos super felizes.
Na realidade eu tenho saudades e nem sequer devia ter vergonha ou receio de o dizer! Eu gostei dele à grande! Eu posso mesmo dizer que o amei, embora ache que não sei bem o que é o amor. Mas foi com ele que eu passei grandes e bons momentos. Já muitas vezes aqui falei dele. Umas vezes bem, outras mal. Umas vezes falei melhor outras pior. Depende muito do estado de espírito. Mas o que é certo é que ele foi importante, marcou-me, à sua maneira mas marcou-me e sinceramente eu não mudava uma vírgula! O que passou, passou! Não vale a pena viver do passado até porque isso não nos leva a lado nenhum, mas é bom recordar a pessoa que tivemos durante anos ao nosso lado! É bom sentir que somos bem-vindos no meio daquela familia, é ainda mais gratificante quando os sobrinhos dele ainda se lembram de mim, e me chamam com um sorriso rasgado de "tia Diana". É bom conseguir ouvir as nossas músicas sem ser com uma lágrima no olho mas sim com um sorriso na cara! Era melhor ainda recordar isso com ele, do meu lado. Porque na realidade tudo o que sempre quisemos foi ficar amigos quando tudo acabasse. Hoje isso não acontece! Por vezes falamos mas nada de especial. Ele tem a vida dele, e eu a minha. Optámos por seguir caminhos diferentes e até aí eu ficava sem mudar uma virgula! Sei que as coisas podem ter de novo outro rumo. Assim como tudo na vida. A vida prega-nos algumas rasteiras e nos momentos de dor e sofrimento é nele que eu penso, é nele que, ainda hoje, eu ganho forças para seguir e lutar pelo que quero. Tenho saudades dele. Tenho saudades das palavras amigas que por mais distantes que fossem saiam da boca dele. Por mais distante que fosse e por menos atenção que desse aos meus assuntos, eu sabia que podia contar com ele. Hoje ele está feliz e acompanhado e eu estou muito feliz.
Quem sabe um dia, como dizem os nossos amigos, não nos voltaremos a encontrar... Quem sabe um dia não possamos ser grandes amigos.
Eu tenho saudades, sim. E lembro-me dele muitas vezes, afinal de contas hoje faz 6 meses que terminámos, e eu recordo-me dele com um sorriso e uma lágrima de felicidade no canto do olho!
Com ele fui muito feliz!

uel, Pati e Isa 2008)


4 comentários:

Juky disse...

Gostaria de falar do meu passado assim, mas não consigo!!!

Norieta, Mãe e Mulher disse...

Comecei a ler o teu blog e é realmenete lindo!!!! Escreves de uma maneira muito verdadeira.
Quem dera a muitos viverem um grande amor como aquele que tu guardas no cooração.
Beijito

Manolo disse...

Estará sempre guardado no meu coração!
Jamais me esquecerei. =)

' Claudjinha disse...

claro que não é vergonha nenhuma admitir que temos saudades. eu propria as vezes digo aos meus ex "adoro-te, tenho saudades". é saudável até. significa que a pessoa deixou uma marca :)